WhatsApp

VEREADOR PABLO DANTAS

JUVENTUDE EM AÇÃO!

Tavares/PB

 

Ao lado do Bar de Kali, Rua Dr. José Henriques, Centro, Manaíra/PB. Contato: (83) 9.9948-3338

CONSULTORA MARTA ALVES

Telefone/WhatsApp: 

(83) 9 9869-0840

JÚNIOR DE MOCINHA

VICE-PREFEITO DE CARNAÍBA/PE

 

 

 

 
 

 

 

 

 
 
 
 

 

Com o período chuvoso, cresce número de internações por picada de escorpião no Hospam, em Serra Talhada

escorpiao

Com a chegada das chuvas, vem crescendo em Serra Talhada/PE, no Sertão do Pajeú, o número de internações por picadas de escorpião no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães (Hospam).

Só no último fim de semana, três pessoas foram picadas por escorpiões na Capital do Xaxado. Os dados foram repassados ao Farol de Notícias pelo setor de Vigilância Epidemiológica da unidade médica.

Num balanço da incidência de ataques do inseto desde o início do período chuvoso no município, o Hospam informa que já atendeu 20 casos de picadas de escorpião, com vítimas entre 20 e 40 anos.

A enfermeira responsável pelo setor de Vigilância Epidemiológica, Ane Elizabete da Rocha, detalha que em janeiro o Hospam atendeu seis casos; já em fevereiro as notificações subiram para 14 pacientes alvos do animal. Ane Rocha aproveitou para dá orientações à população caso sejam picadas.

“Nesse período chuvoso os escorpiões tendem a aparecer mais, porque eles procuram se aquecer. Então, essas casas com telhado sem gesso, onde tem entulho e até mesmo dentro de sapatos eles aparecem. É bom ficar atento a esses lugares para evitar picadas. Quem for picado deve procurar a emergência do Hospam imediatamente, e de preferência levar o animal para que possamos confirmar a espécie e prescrever o melhor tratamento”, aconselhou.

ESPÉCIE E TRATAMENTO - O escorpião mais comum nessa região é o ‘Tityus stigmurus’, conhecido popularmente como ‘Escorpião do Nordeste’. O animal tem a coloração amarela, mede até 7 cm e tem uma picada poderosa que pode ferir em graus leve, moderado e grave, com diferentes sintomas.

“O ferimento leve causa dor, eritema e a parestesia local; o moderado causa sudorese, náusea, vômito, taquicardia e hipertensão arterial leve; já o acidente grave acontece com vômitos, sudorese profunda, a prostração que é quando a pessoa fica paralisada e dura, edema pulmonar e o choque. O tratamento é feito com soro antiescorpiônico e dentre esses casos tivemos pessoas entre 20 e 40 anos, além de idosos. Nenhum caso ainda com crianças”, detalhou Ane Elizabete da Rocha.

IVINET

CENTRAL: (83) 3450-1177 ou (Tavares) 83- 9 9618-8308, (Princesa Isabel) 9 9850-0074, (Manaíra) 9 9908-2110. Mais informações, clique na imagem.

LUIZ DA TELPA

VEREADOR 

TAVARES/PB

PREFEITURA DE CARNAÍBA/PE

ARTE MÍDIA

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB. Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

Designer e Assistência Técnica

Rua Manoel Prudente Nunes, nº 302, Centro-Juru/PB. Tefones: (83) 9.9816-1658 ou 9.9608-7857