WhatsApp

VEREADOR PABLO DANTAS

JUVENTUDE EM AÇÃO!

Tavares/PB

 

Ao lado do Bar de Kali, Rua Dr. José Henriques, Centro, Manaíra/PB. Contato: (83) 9.9948-3338

CONSULTORA MARTA ALVES

Telefone/WhatsApp: 

(83) 9 9869-0840

JÚNIOR DE MOCINHA

VICE-PREFEITO DE CARNAÍBA/PE

 

 

 

 
 

 

 

 

 
 
 
 

 

Após resistência de comunidade sobre fechamento da escola da Macambira, prefeitura de Tavares recua e deve manter unidade de ensino

Uma importante reunião foi realizada na tarde desta terça-feira (27/03), na comunidade Macambira, na zona rural de Tavares, no Sertão da Paraíba, para debater a proposta de nucleação da Escola Municipal Manoel Francisco da Silva, feita pela Secretaria de Educação e Desporto do Município.

A reunião foi provocada pela Associação Beneficente do Sítio Macambira (ABEM), sendo conduzida pela presidente da entidade, Roseli Maria, com a presença do prefeito do município, Dr. Ailton Suassuna, e da secretaria de educação e desporto, Fátima Marques, os mais aguardados no encontro, que reuniu pais de estudantes, a diretora da escola, Rosa Maria Freire, professores, o secretário de transportes, Jailson Marcelino, os conselheiros tutelares, Leandro Marinho, Josué Nicácio, e os vereadores Pablo Dantas e Maria do Socorro (Socorrinha), presidente do poder legislativo.

Em suas palavras, Roseli mostrou preocupação com o suposto fechamento da escola que, segundo ela, iria prejudicar toda a comunidade. Além disso, a presidente destacou a qualidade do ensino do educandário e afirmou que os pais ao tomarem conhecimento sobre a nucleação ameaçaram tirar seus filhos do município de Tavares.

A secretária de educação e desporto, Fátima Marques, explicou à comunidade que o fechamento de uma escola não ocorre do dia para a noite, porém, focou que a Manoel Francisco da Silva funciona com turmas multisseriadas, que são uma forma de organização de ensino na qual o professor trabalha na mesma sala de aula com várias séries do ensino fundamental, tendo de atender a alunos com idades e níveis de conhecimento diferentes.

Segundo Fátima, a ordem do Ministério Público é eliminar as séries multisseriadas para melhorar ainda mais a aprendizagem dos alunos, que tem direito, cada um, a 800 horas aula por ano.

“Quando colocamos três turmas dentro de uma sala só, eu vou ter que dividir essas 800 horas pelas três turmas e o professor fica impossibilitado de da o ensino necessário a crianças de vocês”, frisou Fátima, mostrando aos pais o prejuízo causado aos estudantes.

As palavras da secretária foram reforçadas pelo prefeito, Dr. Ailton Suassuna, que ainda relatou as dificuldades que passa o município com as quedas dos repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Segundo o gestor, já são dois anos consecutivos de diminuição nos valores, o que tem feito ele a adotar medidas para garantir o pagamento dos servidores da educação em dia.

Ailton garantiu que caso houvesse a nucleação da escola os alunos iriam avançar ainda mais  na aprendizagem e seriam direcionados a unidade mais próxima, com direito a transporte e merenda de qualidade, enquanto os funcionários, que são todos efetivos, seriam remanejados para outras áreas, o que ajudaria a enxugar a folha salarial, já que muitos contratos iram ser extintos.

Mesmo com as explicações da secretária e do prefeito, os pais e mães dos alunos se manifestaram contrários à nucleação e ainda falando em comunidade, a jovem, Aline Freire, disse entender a dificuldade financeira que passa o município, mas apresentou argumentos para garantir o funcionamento da escola, que segundo ela, foi conquistada com muita luta.

“Eu peço que não fechem a escola Manoel Francisco enquanto ela estiver se mantendo com o mesmo número de alunos, porque desde que abriu a escola a quantidade de alunos é de 50 a 60 meninos, nunca baixou! Fechar uma escola de campo numa comunidade que mantém o mesmo total de alunos e que os pais dizem claramente que estão satisfeitos eu não vejo isso como um investimento em educação, pelo contrário!”, finalizou a jovem.

Diante da resistência da comunidade, prefeito Ailton Suassuna sugeriu à comunidade a escola aberta, porém, com a redução do quadro de funcionários da instituição. A proposta foi aceita pelos presentes e a secretária de educação deve ser reunir nos próximos dias com os servidores para amadurecer a ideia.

A escola municipal Manoel Francisco da Silva funciona no turno da manhã com pré 1 e 2, 1 e 2 ano fundamental, 3 ano fundamental 1, 4 e 5 ano fundamental 1.

IVINET

CENTRAL: (83) 3450-1177 ou (Tavares) 83- 9 9618-8308, (Princesa Isabel) 9 9850-0074, (Manaíra) 9 9908-2110. Mais informações, clique na imagem.

LUIZ DA TELPA

VEREADOR 

TAVARES/PB

PREFEITURA DE CARNAÍBA/PE

ARTE MÍDIA

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB. Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

Designer e Assistência Técnica

Rua Manoel Prudente Nunes, nº 302, Centro-Juru/PB. Tefones: (83) 9.9816-1658 ou 9.9608-7857