WhatsApp

VEREADOR PABLO DANTAS

JUVENTUDE EM AÇÃO!

Tavares/PB

VEREADOR MARCELO DE ZECA

Líder da Oposição na Câmara de Tavares/PB

Designer e Assistência Técnica

Rua Manoel Prudente Nunes, nº 302, Centro-Juru/PB. Tefones: (83) 9.9816-1658 ou 9.9608-7857

JÚNIOR DE MOCINHA

VICE-PREFEITO DE CARNAÍBA/PE

LOJA CM VARIEDADES

Tavares/PB. Fone/WhatApp: (83) 9629-7831

 

 

 

 

 

 
 
 
 

 

Câmara já gastou R$ 359 mil com deputado preso há 3 meses

O deputado João Rodrigues (PSD-SC), atualmente preso (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados já gastou pelo menos R$ 359 mil com o deputado João Rodrigues (PSD-SC) desde fevereiro, quando ele foi preso pela Polícia Federal por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o portal da Transparência da Câmara, João Rodrigues continua recebendo salário, mas com descontos relativos ao não comparecimento às sessões deliberativas do plenário.

O valor gasto com a Câmara corresponde ao salário do deputado, à cota parlamentar e à verba de gabinete. O único benefício retirado após a prisão foi o auxílio-moradia.

Rodrigues foi condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação quando era prefeito de Pinhalzinho (SC).

Mesmo cumprindo regime semiaberto, o deputado não foi autorizado pela Justiça a trabalhar na Câmara durante o dia e retornar para o presídio, à noite.

Entenda os gastos - De acordo com a Transparência da Câmara, João Rodrigues recebeu em fevereiro, mês em que foi preso, salário de R$ 33.763,00 (valor integral). Em março e em abril, contudo, o salário passou para R$ 9.754,84 em razão dos descontos por ausência nas sessões.

O deputado também mantém o gabinete em funcionamento, com 21 servidores. O valor atual da verba para custear os funcionários dele é de R$ 106.866,59 por mês.

Com isso, a Câmara gastou R$ 317 mil nos últimos três meses para manter o gabinete do parlamentar em funcionamento.

João Rodrigues recebeu, ainda, cerca de R$ 11 mil da cota parlamentar desde fevereiro. A verba é destinada a custear os gastos dos deputados exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar.

O valor é destinado para indenizar despesas como passagens áreas, telefonia, manutenção de escritórios e fornecimento de alimentação e hospedagem do parlamentar.

O que diz a Câmara - Procurada, a assessoria da Câmara informou que o parlamentar ainda recebe os benefícios porque, mesmo preso, segue detentor do mandato. Mas, diante da negativa de trabalho externo, a Casa deve reavaliar quais benefícios o parlamentar ainda terá direito.

"Com a negativa de pedido de trabalho externo, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados irá decidir quais as prerrogativas o parlamentar vai manter ou não", informou em nota.

O mandato de João Rodrigues é alvo de processo disciplinar no Conselho de Ética. Nesta quarta (2), o conselho aprovou a abertura do processo, atendendo a um pedido da Rede Sustentabilidade – o partido alega que ele quebrou o decoro parlamentar e deve ser cassado.

IVINET

CENTRAL: (83) 3450-1177 ou (Tavares) 83- 9 9618-8308, (Princesa Isabel) 9 9850-0074, (Manaíra) 9 9908-2110. Mais informações, clique na imagem.

PREFEITURA DE TAVARES/PB

PREFEITURA DE CARNAÍBA/PE

ARTE MÍDIA

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB. Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

ÓTICAS SANTA LUZIA

Rua Manoel Lima, ao lado da Agência dos Correios, Centro - Tavares/PB. Fone: (83) 9869-0840. Adm: José Valdeney e Marta Alves.