WhatsApp

VEREADOR PABLO DANTAS

JUVENTUDE EM AÇÃO!

Tavares/PB

 

Ao lado do Bar de Kali, Rua Dr. José Henriques, Centro, Manaíra/PB. Contato: (83) 9.9948-3338

CONSULTORA MARTA ALVES

Telefone/WhatsApp: 

(83) 9 9869-0840

JÚNIOR DE MOCINHA

VICE-PREFEITO DE CARNAÍBA/PE

 

 

 

 
 

 

 

 

 
 
 
 

 

MP-BA investiga crimes contra mulheres de grupo anti-Bolsonaro

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) vai apurar os crimes cometidos contra mulheres que tiveram contas invadidas e foram ameaçadas nas redes sociais por terem criado um grupo no Facebook contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). 

A procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado recebeu na noite de terça-feira (18) as criadoras e participantes do grupo que tiveram as contas pessoais do Facebook, e-mails e até celulares invadidos. A publicitária Ludimilla Teixeira, as advogadas Ana Clea Cordeiro e Juliana Borges, a jornalista Vanda Amorim, a defensora pública Mônica Aragão e a fotógrafa Sandra Andrade relataram também que estão sofrendo discriminação e ameaças desde que o grupo começou a se popularizar. A página, chamada “Mulheres Contra Bolsonaro”, chegou a mais de 2 milhões de participantes. Com a fama, acabou sendo roubada e tendo nome mudado para ficar favorável ao candidato, mas o próprio Facebook restabeleceu a página ao nome original.

As criadoras da página pediram apoio ao MP para identificar e responsabilizar as pessoas por trás dos ataques. A procuradora-geral prometeu rigor no caso. As denúncias serão encaminhadas aos Núcleos de Combate aos Crimes Cibernéticos (Nucciber) e de Apoio às Promotorias de Justiça Eleitorais (Nuel) e aos Grupos de Atuação Especial de Defesa da Mulher (Gedem) e de Combate à Discriminação (Gedhdis).

Ataques - Uma das administradoras do grupo que também sofreu ataques foi a professora Maíra Motta, de Vitória da Conquista. Sua advogada, Kellma Farias conta que ela teve a linha sequestrada por volta das 14h de sexta-feira (15). A advogada detalha que quase que no mesmo momento a linha foi recuperada por outra pessoa. “Até o momento não sabemos de onde conseguiram recuperar a linha dela”, lamenta, destacando que esta é uma informação muito importante para ajudar nas investigações.

Kellma ressalta também que é no mínimo estranho outra pessoa ter conseguido resgatar a linha de sua cliente, uma vez que o procedimento padrão para o resgate exige que o titular compareça pessoalmente em uma das lojas da operadora com algum documento com foto em mãos. Na noite de sexta, Maíra recuperou a conta do celular, quando foi orientada a seguir essas instruções.

Em entrevista ao CORREIO ela informou que o grupo está processando os autores dos ataques e que cada uma das vítimas também entrou com ações judiciais independentes. “Ainda estamos na investigação policial para descobrir de onde partiram os ataques […] Assim que a investigação terminar vamos mover uma ação para ressarcimento de danos morais e materiais”, revelou. (Correio 24 Horas)

IVINET

CENTRAL: (83) 3450-1177 ou (Tavares) 83- 9 9618-8308, (Princesa Isabel) 9 9850-0074, (Manaíra) 9 9908-2110. Mais informações, clique na imagem.

LUIZ DA TELPA

VEREADOR 

TAVARES/PB

PREFEITURA DE CARNAÍBA/PE

ARTE MÍDIA

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB. Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

Designer e Assistência Técnica

Rua Manoel Prudente Nunes, nº 302, Centro-Juru/PB. Tefones: (83) 9.9816-1658 ou 9.9608-7857